Download Morrer em Pernambuco

Selecione o álbum para ouvir

 


“Morre-se em Pernambuco a cada golpe do martelo que constrói arranha-céus. Morre-se em Pernambuco cada vez que um artista precisa sair do seu Estado pra poder viver da arte que faz. Morre-se em Pernambuco nas pilhas de documentos inúteis. Morre-se em Pernambuco sufocado, nas entrelinhas. Morre-se em Pernambuco nas filas quilométricas. Morre-se em Pernambuco lentamente, com requintes de crueldade. Morre-se engasgado. Morre-se em Pernamb…uco cada vez que um bom jornalista é demitido. Em cada amigo assaltado. Em cada gole de cerveja. Morre-se em Pernambuco sem aplausos, como o palhaço no leito de hospital. Morre-se de cachê atrasado. Quando estoura o esgoto do Santa Isabel e a grama é contaminada por toda merda do Cabanga. Morre-se em Pernambuco exilado na Sibéria de si mesmo. Morre-se em Pernambuco com cinismo. De cabeça baixa, sem dialogo. Morre-se em cada evento embargado. Morre-se em Pernambuco sempre abrindo a noite. Morre-se toda vez que se toca de graça. Morre-se em Pernambuco sendo “e outros” no cartaz nas costas dos ônibus. Morre-se de calor. De picada de Uruçú. Morre-se no bordão tranquilo do garoto que vende rosas de sabonete. Morre-se em Pernambuco esquecido, no interior do Estado. Morre-se em Pernambuco sem fotos na capa. Morre-se da própria mediocridade. Morre-se em Pernambuco de joelhos, com uma faca no pescoço. De homofobia. De machismo. Morre-se em cada acorde, em cada música, dos mais de cem discos lançados anualmente e que nunca serão ouvidos. Dos milhares de livros publicados que nunca serão lidos. Morre-se em Pernambuco em cada festival cancelado. Morre-se atropelado por carruagens. Afogado em estacionamentos. Morre-se em Pernambuco desamparado. Sem likes. Morre-se em Pernambuco por toda parte. Morre-se em Pernambuco em cada assento vazio de cada sessão de teatro. Morre-se em Pernambuco sem comprovantes de cachê. Em quadros psicodélicos. E a lista segue indefinidamente.”

Faça o download da musica Morrer em Pernambuco

Voz, violão e baixo: Juliano Holanda

Voz: Isadora Melo

Voz: Marcello Rangel

Bandolim: Rafael Marques

Percussão: Carlos Amarelo

Coro: Mery Lemos, Isadora Melo, Marcello Rangel, Juliano Holanda

Gravado, mixado e masterizado por: André Oliveira – Estúdio Muzak/ PE

Comments are closed.

 

 
 
previous next
X